Nove Nove Nove

Milionário e José Rico

fotos
Traduzir letra para:
  • tradução
Nove Nove Nove Milionário e José Rico
Através desta canção vai o meu apelo às autoridades
destes pais.
Para que cuidem da formação das nossas crianças, e sem
dúvida são o futuro do Brasil.

Vou voltar ao lugar que eu morava
Por que lá sei que é um lugar meu
Muito embora sei que meus amigos
Alguns deles partiram com Deus
Quero ouvir passarinhos cantando
Recordar o meu primeiro amor
Vou morar em um pobre ranchinho
Nem que eu tenha que viver sozinho
Num velho casebre cercado de flor

Novecentos e noventa e nove
Foram os favores que eu pratiquei
Mas não pude completar os mil
Muita gente me diz que eu errei
Me criticam por que levo todos
Ninguém vê quantos eu ajudei
Mesmo assim eu me sinto contente
Ao lembrar que foi de tanta gente
Que a fome e o frio com prazer eu matei

A ganância e a corrupção
A mentira e a falsidade
Destruiu muita gente inocente
Invadindo as grandes cidades
Muitos homens pais de família
Sempre no peito a dor da ingratidão
Ao ver seus pobres filhinhos
Soluçando de fome baixinho
Acabam se tornando sem querer um ladrão

Eu não quero lençol de primeira
Me conformo vivendo sem isto
Acho tudo uma grande besteira
Eu prefiro dormir numa esteira
E acordar feliz ao lado de Cristo.



Denunciar conteúdo inapropriado
abrir vídeo no player adicionar no player
  • ouvir
Estilos: Sertanejo
Site Oficial
Publicidade
letras de Milionário e José Rico
Publicidade
00:00 / 00:00