Filho único, irmão de todos (tributo a JK)

Moacyr Franco

fotos
Traduzir letra para:
  • tradução
Filho único, irmão de todos (tributo a JK) Moacyr Franco
Hoje acordei com saudade daquele menino,
Que ao nascer Diamantina, chamou Juscelino,
Homem de pulso tão firme, de fala tão mansa,
O Presidente candango de um povo a esperança.

Que saudade deixou JK, peixe vivo no rio e no mar.
Filho bom quando deixar o seu lar,
Faz a mãe para sempre chorar.

Batia o sol do planalto na nossa janela,
A paz morava com a gente, eu dormia com ela.
Uma cidade nascendo dos braços dos braços do povo.
Punha a certeza do velho na cara do novo.

Que saudade deixou JK, peixe vivo no rio e no mar.
Filho bom quando deixar o seu lar.
Faz a mãe para sempre chorar.

Por ele o povo cantava nas ruas do Rio.
Com ele a gente topava qualquer desafio.
Um peixe vivo não vive sem ter água fria,
É tão difícil viver sem tua companhia.


Que saudade deixou JK, peixe vivo no rio e no mar.
Filho bom quando deixar o seu lar,
Faz a mãe para sempre chorar.


Denunciar conteúdo inapropriado
abrir vídeo no player adicionar no player
  • músicas
Estilos: Romântico
Site Oficial
Publicidade
letras de Moacyr Franco
Publicidade
00:00 / 00:00